QUEM MATOU LÁZARO ???

Por : Pettersen Filho

Fruto de uma Sociedade completamente Hipócrita, Lázaro, o mais novo Anti-herói brasileiro, caçado e executado, como sinônimo anacrônico de Justiça, uma espécie moderna de Lampião x Volantes no Sertão brasileiro, segundo a Bíblia, ressuscitado pelo próprio Cristo, que o retirou do Reino da Morte, em mais um dos seus veneráveis milagres, infelizmente, não está agora mais vivo para contar a sua História de estuprador e assassino, lambendo os beiços da Imprensa podre, e da falsa sensação de Justiça Feita que ora assola o País.

Leia mais...

AVENCLA FORMARÁ COMISSÃO JULGADORA: EDITAL : 2º CONCURSO DE POESIAS “INCONFIDENTE MINEIRO”

Por : Pettersen Filho

Membro fundador da AVENCLA – ACADEMIA VENDANOVENSE DE CIÊNCIAS, LETRAS E ARTES, o seu Presidente, e Poeta, Àngelo de Souza Roberto, bem como seu Vice –presidente, Prof. Mauro Morais, assim como sua Primeira Secretária, Márcia Araújo, e demais membros, acabam de empenhar sua chancela ao 2º Concurso de Poesias “Inconfidente Mineiro”, quem fornecerão cinco Poetas, Literatos e/ou Professores, aptos a formarem a incógnita “Comissão de Notáveis”, que com idoneidade e sob pseudônimos, julgarão os trabalhos inscritos no Concurso, conforme Edital instituído:

Leia mais...

CHACINA EM GAZA: ISRAEL, UM ESTADO NAZIFASCISTA NO ORIENTE MÉDIO !?

Por : Pettersen Filho

Completando hoje mais de  Sessenta Anos de Fundação , desde 1948, quando a Palestina foi dividida pela ONU – Organização das Nações Unidas, sob influência Americana, expulsando do Território mais de um milhão de Árabes, enquanto os Judeus têm o que comemorar, a Palestina vive seu “Verdadeiro Holocausto” , á partir dos bombardeios diários que sofre praticados assimetricamente pelo Estado Judeu, causando aos Palestinos de Gaza o mesmo sofrimento que um dia lhes causou Hitler e o próprio Nazismo.

Só não enxerga quem não quer ver!

Leia mais...

EDITAL : 2º CONCURSO DE POESIAS “INCONFIDENTE MINEIRO”

WWW.INCONFIDENTEMINEIRO.COM.BR

EDITAL : 2º CONCURSO DE POESIAS “INCONFIDENTE MINEIRO”

O Cerimonial & Hostel “Inconfidente Mineiro”, vem através do presente Edital tornar Público regras e normas do 2º Concurso de Poesias “Inconfidente Mineiro”, e conveniar, perante a Sociedade Literária brasileira, e de outros Países que professarem a Língua  Portuguesa, que realizará no dia 05 de Dezembro de 2021, em sua sede à Av. Deputado Anuar Menhem, 1075 – Bairro Santa Amélia, Belo Horizonte – MG, estendendo o período de inscrição de 03/05 a 15/11/2021, que transcorrerá da seguinte forma:

1º) O Hostel & Cerimonial distribuirá em prêmio, a ser pago, às suas expensas, em até 30 (Trinta) dias após o resultado, em espécie, mediante deposito na Conta bancária indicada pelo Concursando, se não houver outro meio mais fácil e conveniente, a seguinte premiação:

Leia mais...

TIRADENTES , JOAQUIM JOSÉ DA SILVA XAVIER: “HEROI OU MITO ?

Por : Pettersen Filho

Todo dia 21 de Abril, dúvida atroz me ocorre e com olhos postos na História, focando a Personagem histórica, Joaquim José da Silva Xavier, o Alferes, “Tiradentes”, nome com que entrou para a História, junto com o Movimento Emancipacionista da Inconfidência Mineira, em 1789, diga-se de passagem, mesmo ano, na Europa, em que ocorreu a Revolução Francesa, cujos ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade, a dita Conjuração Mineira embandeirou, oportunidade em que, uns poucos militares, intelectuais e poetas se rebelaram contra o jugo da Coroa Portuguesa na Colonização do Brasil, então, eu me pergunto:

Testemunha, narra, realmente, a História fatos fidedignos, ao ponto de eleger Tiradentes ao Panteão da História, em nível de Herói, ou seria ele, enfeitando os fatos, num Pais acostumado a chamar alguns de seus governantes, e caudilhos, de semideuses, simples Mito popular ?

Leia mais...

PERFIL: ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO

www.paralerepensar.com.br

Antuérpio Pettersen Filho, mineiro de Belo Horizonte, é um poeta egresso dos tribunais de justiça. Advogado, de formação, iniciou sua graduação na Universidade Federal do Espírito Santo, vindo a formar-se em Minas, na Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce.

Denota-se, no curso da sua Obra, mais do que um simples tratado poético. É, na verdade, um forte discurso político de indignação frente à realidade social brasileira, aos desmandos, à corrupção, ao caos político e ao embrutecimento do homem.

Leia mais...

21 DE ABRIL : “A INCONFIDÊNCIA MINEIRA NOSSA DE TODO DIA...”

Por : Pettersen Filho

Em dias acalorados de hoje, quando se discute a Pandemia, Crise Financeira Mundial , a Desoneração Fiscal e o Papel do Estado Brasileiro na Economia e nos Meios de Produção, no promiscuo Jogo Político do “Toma Lá e Me Dá Cá ”do Congresso Nacional, e entre os vários Institutos da Federação, União, Estados e Municípios, tendo por personagens Figuras já Carimbadas da Velha República, tais como Luís Inácio Lula da Silva, Dilma Roussef, Eduardo Cunha, José Sarney, Michel Temer e outros, é necessário, especialmente, que reportemos o 21 de abril de 1789, em que, cansados do Jugo Português e da Ferocidade Arrecadatória da Coroa, reuniram-se, em Vila Rica - MG, atual cidade de Ouro Preto, alguns intelectuais da época, a destacar, Cláudio Manoel, Thomaz Antônio Gonzaga, Marília de Dirceu, Padre Rolim, Tiradentes , e muitos, muitos sonegadores.

Leia mais...

EXALTAÇÃO DA LIBERDADE

Por : João Baptista Herkenhoff

O pensamento é livre, como livres são os pássaros, como livres são as árvores ao balanço do vento, como livres são os sonhos dos poetas e livres são os projetos de mundo dos que pretendem construir a utopia.

Aqueles que, na sua insanidade, pretenderam subjugar o espírito, puderam impedir que o pensamento fosse manifestado utilizando a censura e, como razão final, aprisionando os que escreviam o proibido e lutavam por reformas indesejadas pelos donos do poder.

Leia mais...

ADIN – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE : “BOLSONARO TENTA RECUPERAR AS SUAS PRERROGATIVAS NO COMBATA E A COVID 19...”

Por : Pettersen Filho

Ação prevista na própria Constituição da República, cabível nos casos em que há manifesta ilegalidade, de uma Lei, Decreto ou Medida, que atente frontalmente com o que está disposto na mesma Carta Republicana de 1988, afrontando seus direitos básicos, tais como o de direito conferido ao Cidadão de locomoção e ao trabalho, a Adin – Ação Direta de Inconstitucionalidade, não disponível ao cidadão comum, ou a sua iniciativa, mas podendo ser proposta por Órgãos Federativos, Sindicatos, Partidos Políticos ou Entes Públicos, é o caso, acaba de ser proposta, ao STF – Supremo Tribunal Federal, através da AGU – Advocacia Geral da União, incumbida de representar legalmente o Presidente Jair Bolsonaro, em razão do “Toque de Recolher”, Fechamento de Comércio, Praças e Praias, praticados por Decreto por alguns Prefeitos e Governadores de Estado, Brasil a fora, invadindo a competência, exclusiva, cativa, do Presidente da República.

Leia mais...

MINAS GERAIS, PANDEMIA : “EIS QUE ZEMA DECRETA TOQUE DE RECOLHER...”

Por : Pettersen Filho

Governador de visão mais empresarial, do que política, eis que oriundo do setor privado, possuidor de empresas do ramo de distribuição de alimentos e combustíveis, comentam, Romeu Zema, de Minas Gerais, tal como Dória em São Paulo, e Witzel no Rio de Janeiro, esse ultimo afastado por corrupção, foi eleito na onda renovadora que trouxe Bolsonaro ao Poder, não-políticos tradicionais, e, ao contrário dos demais governadores brasileiros, que formaram uma espécie de liga de oposição ao Governo, tão logo eleitos, já com vistas a sucessão presidencial, tendentes a desestabilizá-lo, sistematicamente, com aval do STF, quem contrariou a Hierarquia tradicional da Lei Republicana, que atribui prevalência e superioridade a União, frente aos Estados e Municípios, ao liberar que cada um deles, ao seu bel prazer e entendimento, combatessem, ao seu modo e recriação. a Pandemia, desautorizando Bolsonaro, no entanto, no caso de Zema, esse se manteve mais alheio a tal política, afeto tão somente as questões internas de Minas Gerais, não umbilicalmente ligado aquela Liga, isso, até o último dia 17/03, quando decretou Fase Roxa, ou seja, o Toque de Recolher em Minas Gerais, alegando para tanto a expansão desenfreada da Pandemia no Estado.

Leia mais...

“PACTO FEDERATIVO” : A GUERRA DE SECESSÃO ENTRE OS ESTADOS E O GOVERNO FEDERAL NO BRASIL...

Por : Pettersen Filho

Nome pomposo com o que se trata a distribuição de poderes, tanto no âmbito da Federação, em que possui a União, leia-se o Governo Federal, a Legitimidade e Competência para tratar, com amplitude e superposição hierárquica, as Leis e a Representatividade dos Estados Membros e Municípios, em nível nacional e internacional, traçando uma Política única e harmônica em todo Território brasileiro, segundo a qual, lastreada pela Constituição Federal, e nos seus limites, a União tem a Competência de gerir o Estado brasileiro, resguardadas as iniciativas e autonomia limitada dos Estados e Municípios, Titulo, a CF de 1988, que ainda dispõe sobre a autonomia, harmonia e independência dos três poderes, Legislativo, Executivo e Judiciário, infelizmente, mera teoria política, que muito se deturbou, desde a redação do texto constitucional, até os presentes dias, no entanto, o que se vê, hoje, no Brasil, é um Governo Federal enfraquecido, por um Legislativo inerte, corporativo e autofágico, em que cabe ao Poder Judiciário, anomalia administrativa, leia-se STF - o Supremo Tribunal Federal, ocupando a vacância dos demais poderes, tanto Legislar, através de sumulas interpretativas da Lei, ou mediante intervenções em atos originários, cativos do Executivo ou Legislativo, dar a última, e final, interpretação, validando-os, ou não.

Leia mais...

LULA SOLTO, PORÉM NÃO LIVRE : “O MELHOR CABO ELEITORAL PARA REELEIÇÃO DE JAIR BOLSONARO... ?”

Por : Pettersen Filho

Porquanto mal se ouviu da Militância Petista, modestos que fossem, buzinaços ou panelaços, diante da súbita, anulação das sentenças contra Lula, orquestrada à muitas mãos pelo Ministro Fachim, provavelmente, à pedido das Lideranças, o que é atípico no PT, CUT e MST, que noutras vezes ganhariam as ruas, embora tenha tal decisão causado estardalhaço no meio jurídico, tamanha a reviravolta perpetrada pelo STF, como vem sendo o seu sintoma, Governar e Legislar, em vez do Executivo, e respectivamente, o Legislativo, por incrível que pareça, tal solução ajeitada pelo Supremo, a fim de livrar-se do calo que é Bolsonaro, o qual não podem, sob grande risco institucional, simplesmente impeachtmarem, como um Collor ou Dilma da vida, ante as vozes das ruas, ou dos coturnos, na verdade, a capacitação de Lula para as eleições de 2022 retirou Bolsonaro do atual ostracismo, da Pandemia em que se encontrava, como temas centrais, e o trouxe para as ruas, para o protagonismo, e para o Duelo que tanto lhe interessa, onde rivalizam Bem e Mal, Certo e Errado, Honestidade e Corrupção, retirando da eventual disputa de sucessão presidencial o discurso mórbido, e provável, do Centrão, e da não ideologia, que, acostumado ao debate duro e as trincheiras, o assombravam.

Leia mais...