PARA ENTENDER A VITÓRIA DE DILMA ROUSSEFF

Por :  Leonardo Boff

Nestas eleições presidenciais, os brasileiros e brasileiras se confrontaram com uma cena bíblica, testemunhada no salmo número um: tinha que escolher entre dois caminhos: um que representa  o acerto e a felicidade possível e outro, o desacerto e infelicidade evitável.

 Criaram-se todas as condições para uma tempestade perfeita com distorções e difamações, difundidas na grande imprensa e nas redes sociais, especialmente uma revista  que ofendeu gravemente a ética jornalística, social e pesssoal publicando falsidades para prejudicar a candidata Dilma Rousseff.  Atrás dela se albergam as elites mais atrasadas que se empenham antes em defender  seus privilégios que universalizar os direitos pessoais e sociais.

Leia mais...

DILMA ROUSSEF ; COMO GOVERNAR UM PAÍS RACHADO ?

 

Por : Pettersen Filho

Ungida das Urnas como a Nova President”a” do Brasil por percentual diminuído, não superior a 3% dos Eleitores, a razão de cerca de 51% dos Votos, contra cerca de 49% do seu Opositor, Aécio Neves, encerrando em seu Comício da Vitória um Discurso de Moderação, aludindo a União Nacional e a “Construção de Pontes”, dizendo não acreditar que as atuais Eleições criaram um “Fosso” no Brasil, Dilma Roussef tem pela frente, inevitavelmente, a árdua Missão de atar “Bandaidês” nas Feridas Abertas da Campanha Política, uma das mais acirradas nos últimos tempos.

Leia mais...

VEJA TUMULTUA A ELEIÇÃO COM O FANTASMA DO IMPEACHMENT DE DILMA

Por : Celso Lungaretti

O risco contra o qual venho há tempos alertando acaba de se materializar: a veja antecipou em um dia a distribuição da edição 2.397, de forma a colocar a eleição presidencial sob a lâmina de uma guilhotina: a do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. 

É manipulação às escâncaras, um óbvio crime eleitoral.  

A revista normalmente entra em bancas no sábado e tem sua capa e resumo das principais matérias divulgada na noite de 6ª feira. Todo o cronograma foi adiantado em 24 horas, só cabendo uma explicação: o objetivo foi permitir que Aécio Neves aproveitasse a munição nova no debate final da Globo, além de aumentar estrategicamente o prazo para a bomba repercutir, produzindo consequências nas urnas.

Leia mais...

ELEIÇÕES BRASILEIRAS: “UM DUELO NO OK CURRAL...”

Por : Pettersen Filho

Propositalmente levadas a um extremo previsível, desde o atropelamento, nas Urnas, da Candidata, menos alinhada Politicamente, Marina Silva, ainda no Primeiro Turno, em que o Público, ou seja, os Eleitores, são convencidos de se estar travando uma Luta Fratricida entre o “Bem” e o “Mal”, tanto pela Gerência da Candidatura do PT – Partido dos Trabalhadores, Dilma Roussef, como pela Direção do PSDB – Partido Social Democrata Brasileiro, de Aécio Neves, em que ambos, cada qual ao seu modo, são estigmatizados com o que existe de mais perverso na Vida Política Brasileira, a sensação que se tem, nesses últimos dias que precedem a Votação,  é de que estamos assistindo, como numa velha trilha de Fairwest, um “Duelo no OK Curral”, em que Deus e o Diabo, num finalzinho de tarde, ao por do Sol, digladiam-se para tomar conta da Pacata Cidade Provinciana do Oeste Distante...

Leia mais...

O CHORO DO DERROTADO...

 

Por :    João Baptista Herkenhoff

          Será proveitoso refletir, desde agora, sobre o choro do derrotado, conforme venha a ser o veredito das urnas.

          Não é preciso ser profeta para fazer o diagnóstico das lágrimas. Basta um pouco de reflexão.

          Se Aécio vencer, a vitória será impugnada como antidemocrática pois quem, na verdade, venceu foi o Jornal Nacional, com a parcialidade daquilo que é supostamente chamado de noticiário. Ao lado do superpoderoso JN, outros instrumentos de deformação da opinião pública teriam entrado em cena para produzir o resultado eleitoral.

Leia mais...

ABAIXO A DEMOCRACIA! VIVA A DEMOCRACIA!

 

Por : Valmir Fonseca Azevedo Pereira

Existe a possibilidade de o candidato Aécio Neves ser eleito o novo Presidente.

Os estudiosos e nacionalistas sabem que infelizmente a disputa não é entre dois regimes políticos. O pleito eleitoral é apenas entre uma nulidade comunista que nos afundou nos últimos 4 anos, e um  conceituado político, democrata,  e que esperamos anule a influência marxista que nos assola. 

Assim, neste confronto não luta a Democracia contra o Comunismo. O povo nem sabe, nem quer saber o que é isto.

Leia mais...

BRASILEIRO. VOCAÇÃO: INSPETOR DE QUARTEIRÃO.

Por :  Celso Lungaretti

Leio no Estadão que as "áreas mais pobres da cidade (...) foram tomadas por uma aflição geral", temendo que a água termine de vez em São Paulo. E, como sempre, os moradores correram a policiarem uns aos outros:

"Em lugares como o Parque Cocaia, no extremo da zona sul, moradores, com auxílio de comerciantes e lideranças comunitárias, criaram até um 'código moral' para o uso do recurso. Eles avaliam que agora ninguém mais tem direito a desperdiçar 'nenhuma gota'.

Leia mais...

POSSO SABER EM QUEM VOTEI ?

Por : Adriano Benayon

Às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais, o Brasil tenta sobrenadar num mar formado pela caudal dos factoides e da desinformação, combinada com a avalanche da exploração de preconceitos ideológicos.

 Para não nos afogarmos, é conveniente estar atentos aos fatos, pois estes costumam receber dois tipos de tratamento da grande mídia, das cúpulas profissionais e mesmo da maioria dos acadêmicos: a) ser deliberadamente ocultados e, assim, ignorados por muitos; b) ser errônea e/ou incompletamente contados, além de deformados, ao serem interpretados em seu conjunto.

Leia mais...

SEGUNDO TURNO...

 

Por :    João Baptista Herkenhoff

 

          Dois candidatos disputarão a Presidência da República, já que nenhum dos postulantes alcançou maioria absoluta no primeiro turno. Nos Estados da Federação haverá segundo turno quando nenhum candidato ao Governo tiver obtido a maioria absoluta dos sufrágios. Este não é o caso do Espírito Santo que já elegeu Paulo Hartung. No próximo dia vinte e seis de outubro, a voz da cidadania  consagrará, pela ordem alfabética: Aécio Neves ou Dilma Roussef.

Leia mais...

PARLAMENTARISMO COM BIPARTIDARISMO

Por : Salvatore D' Onofrio

            Na reta final da disputa para a escolha do novo Presidente do Brasil, os dois candidatos, Dilma e Aécio, prometem realizar mudanças institucionais, em vista da falência do Presidencialismo de coalizão. Em qualquer regime democrático, quem faz as leis é o Congresso Nacional, o Parlamento. Portanto, não adianta mudar o Maestro se a Banda podre permanece a mesma. O regime político que vigora no Brasil não respeita a vontade da maioria dos eleitores, pois não são os homens mais votados que tem o poder de dirigir o País. Na prática, devido à fragmentação da força partidária, são as legendas nanicas que acabam mandando na Nação.  Explico: se o partido A recebe 40% dos votos, o B 30% e o C 15%, será este último (ou vários pequenos associados) a ser o fiel da balança.  E isso porque os partidos menos votados barganham seu apoio com um ou outro partido de maioria apenas relativa.

Leia mais...

PROJETO “SAMBA DE BOÊMIO” NO BETHÔNICO BAR

Por : Pettersen Filho

Projeto da Promotora Cultural Karine Medeiros “Domingo do Samba”, uma realização em conjunto com o Guia  BH de Samba será apresentado esse Domingo, 19/10, no Bethônico Bar (https://www.facebook.com/bethonicobarr ), á Av. Deputado Anuar Menhem, 1063 – Bairro Santa Amélia – na Região da Pampulha, das 16:00 às 20:00 hs, em Belo Horizonte/MG.

Leia mais...

LEI E OS DRAMAS HUMANOS...

   

  Por :     João Baptista Herkenhoff

Em outros tempos o cidadão comum supunha que o território do Direito e da Justiça fosse cercado por um muro. Só os iniciados – os que tinham consentimento dos potentados – poderiam atravessar a muralha. O avanço da cidadania, nos últimos tempos de Brasil, modificou substancialmente este panorama.

O mundo do Direito não é apenas o mundo dos advogados e outros profissionais da seara jurídica. Todas as pessoas, de alguma forma, acabam envolvidas nisto que poderíamos chamar de "universo jurídico". Daí a legitimidade da participação do povo nessa esfera da vida social.

Leia mais...