"SARAU POESIA COM TORRESMO" FOI UM SUCESSO !

Por : Pettersen Filho

 

Finalmente, nesse último Sábado, 05/04 a Capital de todos os Mineiros, Belo Horizonte, também conhecida outrora como “Cidade Jardim”, por debaixo das àrvores em que o Bonde andava, da Praça Sete e do Café Nice, do Viaduto Santa Teresa e do Edifício Malleta, reinaugurou o mais novo Bar Temático do Brasil, voltado, exatamente para essa Belo Horizonte, a de outrora, reportando, em Poesia uma Minas Gerais Inconfidente.

Leia mais...

”ELEIÇÕES” NO MODELO DEPENDENTE...

Por : Adriano Benayon

O golpe de 1964 – agora com 50 anos - consolidou o modelo dependente, subordinado ao capital estrangeiro, instituído pelo golpe de 1954 e aprofundado no demagógico quinquênio JK. A falsa democratização radicalizou esse modelo, por meio de governos egressos de “eleições” também manipuladas pela oligarquia financeira mundial. Sob pena de esfacelamento do País, o povo brasileiro não deve mais tolerar as imposições emanadas dessa oligarquia, que controla os poderes da República e demais instituições do Estado. Há 25 anos, repete-se a farsa de “eleições” para presidente, nas quais  os eleitores  praticamente nada escolhem.

Leia mais...

A MACONHA NOSSA DE CADA DIA

Por : Valmir Fonseca Azevedo Pereira

 

A nossa Constituição, sacramentada em 1988, tinha nas suas mal traçadas linhas alguns objetivos, um deles, o de abrir espaço para as grandes estratégias gramscistas. A dita, com sua concepção extremamente liberal brandida pelo inefável Ulysses Guimarães como a prá lá de Magna Carta, embasava, constitucionalmente, uma emboscada para os democratas, denominada de “tudo pelo social”. Na Carta, sorrateiramente traçada com futuras maléficas intenções, preponderou nas suas tortas e até hoje incompletas linhas, a apoteose dos direitos; quanto aos deveres, nem pensar, tanto que, como ninguém tem nenhum dever a cumprir, por osmose, afundou - se junto à responsabilidade, e, daí, por conclusão óbvia, passou a imperar no imaginário popular, a hegemonia da impunidade.

Leia mais...

IDEOLOGIAS INCENDIÁRIAS...

Por : António Justo

A selva da consciência humana vai avançando e recuando à medida dos fogos que se ateiam aqui e acolá. Os séculos XIX e XX foram os séculos que mais se aproveitaram da pirotecnia ideológica (fascismo, socialismo e capitalismo) e tudo isto debaixo do céu iluminista duma razão pura e de uma ciência convencida. O início do séc. XXI sofre as consequências até ao desatino porque a camada dos que têm acesso ao saber é incomparavelmente maior; o problema vem porém dum saber adquirido à primeira vista. Um saber que não cria saber fundado mas destinado apenas a fazer opinião passível de ser cultivada nos vasos da varanda democrática. No absolutismo cultivava-se o dogma absoluto, em democracia cultiva-se a opinião relativista para se ter verdades para todos os partidos. Não ponho as mãos no fogo da ideologia porque me chega o adubo das suas cinzas!...

Leia mais...

OS 50 ANOS DO GOLPE CIVIL-MILITAR...

Por : Leal de Campos

 

Registrar o que aconteceu no 1º de abril de 1964 é um exercício bem difícil para todos os que vivenciaram a ditadura brasileira,tendo-se em conta um pretérito que até agora não foi passado a limpo. Mas, por falta de esclarecimentos sobre o que de fato ocorreu naquela ocasião, muitos ainda continuam insistindo em nomear o golpe de então como de caráter exclusivamente militar, gestado nas casernas por correntes militares direitistas que defendiam o conceito de “segurança nacional” e as pertinentes arrumações da geopolítica proveniente da “guerra fria” entre os EUA e a URSS, expondo um ferrenho anticomunismoSegmentos esses que, após a imposição e instauração de um regime ditatorial militarizado (1964-1985), passaram a “dar as cartas” em todos os níveis da administração pública, suspendendo as liberdades democráticas e implantando o terrorismo estatal contra qualquer um que ousasse a se contrapor.

Leia mais...

50 ANOS ATRÁS: GOULART FOI DERRUBADO PELO PIPAROTE DE UM MAD DOG FARDADO

Por : Celso Lungaretti

 

 

O que há, ainda, para se dizer sobre o infausto cinquentenário do golpe de 1964? Tantos e tantos já escreveram, alguns com conhecimento de causa, muitos com conhecimento livresco e um contingente maior ainda baseando-se nos panfletos pró e contra que infestam a internet... Aos intelectualmente honestos e medianamente perspicazes não escapa a obviedade de que a conspiração direitista vinha de longe e quase emplacara quando da destrambelhada renúncia de Jânio Quadros.  O dispositivo golpista, contudo, ainda não estava pronto e a tentativa de aproveitamento de uma oportunidade de ocasião se revelou precipitada. 

Leia mais...

NO DIA QUE A LIBERDADE FOI-SE EMBORA

Por : Celso Lungaretti

 

 

Eu tinha 13 anos em 31 de março de 1964. Puxando pela memória, só consigo me lembrar de que a TV vendia o golpe de estado em grande estilo, insuflando tamanha euforia patrioteira que os cordeirinhos faziam fila para atender ao apelo "dê ouro para o bem do Brasil!". Matronas iam orgulhosamente tirar suas alianças e oferecê-las aos salvadores da Pátria, torcendo para que as câmeras as estivessem focalizando naquele momento solene. Desde muito cedo eu peguei bronca dessas situações em que a multidão se move segundo uma coreografia traçada por alguém acima dela, com cada pessoa tanto esforçando-se para representar bem seu papel... que acaba parecendo, isto sim, artificial e canastrônica.

Leia mais...

PETROBRAS : “QUEM ATIRARÁ A ULTIMA PEDRA ?”

 

Por : Pettersen Filho

 

Criada ainda nos chamados “Anos Dourados”, quando exacerbavam as paixões de um Mundo recém Pós-guerra, já, profundamente inserto na Guerra Fria, em que só havia assento para duas categorias de pessoas, os Comunistas, e os Capitalistas, refletindo a Divisão Global do Planeta entre os dois Grandes Vencedores da Segunda Guerra Mundial, os EUA, e seus esquálidos aliados, França e Inglaterra, completamente arruinados no conflito, e, de outro lado, a URSS, real vencedora nos Campos de Batalha, quem retrocedeu a Wehrmacht Nazista, da Moscou incendiada, até o coração do próprio 3º Reich, libertando em sua trajetória, Ucrânia, Polônia, Iugoslava, entre outros, quando qualquer mínimo sintoma de Nacionalismo, ou mera Neutralidade, diante dos Dois Blocos era necessariamente interpretada como Defecção.  

Leia mais...

COMPLEXO DA MARÉ : “FORÇAS FEDERAIS INTERVIRÃO NO RIO DE JANEIRO...”

Por : Pettersen Filho

 

Mais uma vez, de novo, novamente, outra vez, sempre que está para ocorrer um Grande Evento, no Brasil, com destaque ao Rio de Janeiro, o “Grande Teatro” ocorre, e, tão logo ocorram alguns tirinhos em Favelas Cariocas, o que é uma triste rotina, mesmo diante da Política questionável do Governo do Estado do Rio de Janeiro, de estabelecer territórios, e ocupar, com as famosas UPP`s – Unidades de Polícia Pacificadora, Tropas Federais ascendem ao Estado, buscando dar visibilidade à Segurança Pública, infelizmente, jamais levada, ao nível de Municípios, Estados e União, ao grau de “Política Permanente”, e de Estado, o que determina que, tão logo passe o Evento, no caso a Copa do Mundo, de 2014, encerre-se também a intervenção.

Leia mais...

ATÉ TU, MARINA ?

Por : Heitor Scalambrini Costa

 

Gosto de dar minha opinião através de textos singelos sobre temas que me interessam particularmente, como política energética, fontes renováveis de energia, (in)justiça social, meio ambiente, política universitária. E não deixo de escrever quando determinado assunto me deixa indignado. Particularmente, quando existe o interesse notório de iludir, enganar, ludibriar a boa vontade das pessoas. Daí escrever este breve comentário sobre o relacionamento político de uma das pessoas públicas brasileiras de grande reconhecimento e de enorme respeitabilidade, a ex ministra Marina Silva. No portal oficial dessa ilustre personalidade destaca-se: “ganhou reconhecimento dentro e fora do país pela defesa da ética, da valorização dos recursos naturais e do desenvolvimento sustentável”.

Leia mais...

REMUNERAÇÃO POR SUBSIDIO: ES – UMA POLÍCIA, DUAS FORMAS DE PAGAMENTO ...

Por: Pettersen Filho

 

Enviada à Assembléia Legislativa Estadual, segundo Mensagem que a acompanha, a pedido do Sindicato dos Servidores Policiais Civis do Estado Espírito Santo, Gestão Rodrigues Camargo, aprovada e sancionada pelo politicamente Finado Governador Paulo Hartung, em poucos dias, bem no frigir do ano de 2009, enquanto o Funcionalismo, entorpecido, preparava a sua Cesta de Natal, publicada no Diário Oficial em 29/12/09, a Lei Complementar nº 531, a vulgarmente chamada: “Lei do Subsidio”, na pratica, dispõe, e altera, a “Modalidade” de remuneração por subsidio para os cargos de Investigador de Polícia, de Perito Criminal, do Perito Criminal Especial e do Fotografo Criminal da carreira de polícia civil”, sem, contudo, dizer, com todas as letras, ao que veio.

Leia mais...

“ MARCO CIVIL ” : LEI CENSURARÁ A INTERNET NO BRASIL ?

Por : Pettersen Filho

Enquanto praticam a constante Dança das Cadeiras, em Brasilia/DF, onde a Base Aliada do próprio Governo não se entende, na eterna disputa do PT , e o PMDB, por mais Poder, porquanto acaba de reformar o seu Ministério, a Presidente Dilma Roussef, quem acabou de sofrer fragorosa derrota no Congresso, em meio a CPI que investigará a Petrobras, e chama ao Congresso, para prestar esclarecimentos, muitos dos seus Ministros, foi, novamente, retirada da Pauta a Votação do Projeto, com sugestivo nome, pomposo e solene, “Marco Civil”, Projeto de Lei que tenderá a impor Censura , se não, Conseqüências , ao uso da Internet no Brasil.

Leia mais...