FUNDOS ABUTRES : “A ARGENTINA, ROUBADA E ESTUPRADA...”

Por : Pettersen Filho

 Qual o Poder, afinal, possui um simples Magistrado, Juiz de Direito, de uma Corte Local, em Nova York, nos EUA, no limite Territorial da sua Jurisdição, em tese, quem abrange tão somente o Estado de Nova York, ao “Decidir” uma causa, segundo os seus critérios pessoais, Justos ou Não, e, com tal Decisão, subjugar toda uma Nação, a milhares-e-milhares de milhas dali, como é o caso da Argentina, e a sua Divida Externa ?    Essa, inexoravelmente, deve ser a pergunta que aflui à todos os Argentinos, tomados pelas consequências da Decisão de um Juiz singular, quem, acaba de julgar Causa proposta pelos chamados “Fundos Abutres”.

Leia mais...

GSD-9748 : “O PREÇO DA CIDADANIA...”

Por : Pettersen Filho

Indiscutível constatar que o Automóvel, “Carro”, assim como é conhecido, veiculo autopropulsado, é indispensável, como ferramenta, “Bem de Consumo”, na Sociedade Moderna, completamente solidificada, vigente, à partir do Automóvel, para glória e beneplácito da Industria de Impostos do Governo Federal, Estadual, Municipal (IPI, ICMS, Licenciamento, Registro, Multas e etc), da Industria Petrolífera (Exon, Shell, Petrobrás), e Multinacionais do Setor (Ford, Fiat, Renault, dentre outras), com o qual o Cidadão se desloca, com agilidade, sendo uma das principais conquistas da Sociedade de Consumo Capitalista Ocidental, sobretudo nas Sociedades Periféricas dos Países Subdesenvolvidos, como o Brasil, em que tal “Bem”, além de ser ferramenta útil, apta a substituir os precários serviços de Transportes Públicos, ônibus, trem ou metrô, incorpora, em si, um mínimo sintoma de “Graduação Social”, enfim, status, ainda em áureos tempos, do Brasil inflacionário, e dos tantos  Planos Econômicos malversados, Funaro, Collor, Bresser, e outros, chegando, em certos momentos, a ter Lista de Espera...

Leia mais...

A PROMISCUA RELAÇÃO DA INDÚSTRIA BÉLICA BRASILEIRA E ISRAEL...

Por : Alexandre Arienti Ramos

 A indústria bélica brasileira nos anos de presidência petista é o tema da dissertação de mestrado em história que estamos elaborando. As investigações indicam uma forte atuação desta indústria no estabelecimento das pautas políticas para o setor, no que tem sido bem sucedida. Poucos sabem, mas nos últimos anos foram aprovadas diversas políticas de incentivo fiscal e comercial para a Indústria Bélica "nacional". Desde 2005, esta indústria tem voz ativa na Comissão Militar da Indústria de Defesa (CMID), ligada ao ministério da Defesa, atuando por meio de seus representantes no Fórum da Indústria de Defesa (FID), subordinado à CMID.

Leia mais...

PERNAMBUCO E OS CONFLITOS SÓCIOAMBIENTAIS ...

Por : Heitor Scalambrini Costa

Em Pernambuco, o mais mesquinho dos egoísmos é como o governo tem tratado mal a questão ambiental e descuidado da qualidade de vida de sua população, pois não protege a natureza e nem respeita as pessoas. Aqui impera o racismo ambiental. O crédito público associado às isenções e aos incentivos fiscais e financeiros são armas poderosas que poderiam ser usadas para induzir um novo tipo de comportamento, exigindo integral e verdadeira responsabilidade social das empresas que viessem a se instalar no Estado. Quase a metade do crédito, todo de longo prazo e módicos juros, vem de bancos públicos muitas vezes avalizados pelo governo estadual. Logo, se o governo quisesse, outra forma de desenvolvimento (humano e social) seria possível: bastava induzir boas práticas através de sua força econômica, mudando os incentivos.

Leia mais...

A TRAGÉDIA DO ORIENTE MÉDIO

Por : Celso Lungaretti

 Era uma vez o Oeste: Mocinho de Branco e Bandido de preto...

Os folhetins, o cinema e a TV nos acostumaram a observar os complexos dramas das pessoas, povos e nações a partir de uma ótica simplista: heróis-vilões-vítimas. Ou, simplificando mais ainda, a acreditarmos que quem causa sofrimento às vítimas são os bandidos e quem as defende, os mocinhosNo fundo, trata-se do velho e obtuso maniqueísmo, a que os pensadores marxistas contrapuseram a dialética: Bem e Mal não existem como instâncias metafísicas que, desde os píncaros do paraíso celestial ou das profundezas do inferno, teleguiam a práxis humana, mas sim como resultado das decisões e ações adotadas pelos homens em cada situação.

Leia mais...

“PREVISÃO DO TEMPO” : PSDB ENFRENTARÁ DIAS QUENTES E SOL ESCALDENTE...

Por : Pettersen Filho

Romanticamente chamada de “Maior Capital Nordestina do Brasil”, São Paulo, também conhecida como “Terra da Garoa”, em razão das frequentes chuvas, concomitantemente, a Maior Metrópole brasileira, e também uma das maiores do Mundo, justamente pelo seu poderio econômico e político, fazendo com que varias outras regiões do Brasil orbitem em seu entorno, possui, sem sombras de dúvidas, um dos maiores contingentes de População Nordestina do País, capaz de ofuscar, e sobrepor, grandes metrópoles do próprio Nordeste, Salvador, Recife e Fortaleza.

Leia mais...

UM PAÍS DE FUTURO INCERTO E DUVIDOSO

Por : Gen. Valmir Fonseca Azevedo Pereira

 Numa rápida análise, quando olhamos a imensidão do território nacional, as suas inúmeras riquezas minerais, a existência de uma única língua, a ausência de confrontos internos e de hecatombes e uma série de outras obviedades, qualquer indivíduo de curta inteligência poderia afirmar que um dia o País estaria entre as grandes nações. Recordamos que na década de 40 do século passado, a alcunha de "País do Futuro", criada por Stefan Zweig, escritor,   romancista, poeta,  jornalista e biógrafo austríaco de origem judaica, se tornaria um apelido para o Brasil..

Leia mais...

EDITORIAL : SE A NOTÍCIA É RUIM...? : “ MATEM O MENSAGEIRO ”

Por : Pettersen Filho

Nunca escrevi, na qualidade de modesto Cronista , coisa alguma com o propósito, claro, de agradar , ou desagradar , ninguém: Apenas lido com os fatos e os publico , conforme os vejo, muito embora sendo uma visão pessoal , mesmo que míope , divergindo da Grande Imprensa , no mais das vezes refém do Poder Econômico, ou enclausurada pelos seus Anunciantes , quem ditam-lhe o mote. Ateu , quanto a qualquer Credo Político , ou Agremiação Partidária , as vezes sou Aplaudido por Uns , quando falo contra Outros , sendo esses Outros , por acaso, seus Adversários Políticos , mas, com a mesma maestria, e desapego, sou também Odiado por esses mesmos Uns , quando volto contra Esses a mesma Metralhadora Verborrágica que utilizei-me, há pouco, contra seus Inimigos , causando contra mim, nesse caso, igual, e implacável ira, o que torna o Ódio contra mim uma Unanimidade .

Leia mais...

“GUERRILHEIRO” : EXALTAÇÃO À CAUSA PALESTINA !

Por: Pettersen Filho

Ah, meu irmão palestino... 
Ou combatente qualquer de todas as causas difíceis, ou qualquer causa perdida. 
Pudesse eu, como tu, ver-me acuado pelo inimigo, em um lugar incivilizado da Terra... 
Fitar-lhe a cara e discerni-lo em seu uniforme bem tratado e limpo sob a pontaria destemida do seu fuzil. Mas não. 
Ah, meu irmão de todas as causas, ou qualquer uma impossível. 
Pudesse eu, como tu, ver-me cercado por metralhadoras, ter as ruas ocupadas por passos de ganso, as avenidas tomadas pelo exército invasor, violentada minha casa, vigorando a chantagem atômica. 
Pudesse eu, como tu, ver destruídos, da minha cidade, os edifícios. Ocupados por navios estrangeiros de guerra os portos. Ter violentada à ponta de baioneta a minha gente... 

Leia mais...

4º REICH : “ISRAEL CHAMA BRASIL DE “ANÃO DIPLOMÁTICO...”

Por : Pettersen Filho

O simples fato de o Brasil  haver chamado o Embaixador em Israel, para “Consultas”, o que, em Bom Português,  equivale a um “Puxão de Orelhas”, na Linguagem Diplomática Internacional, tido como uma Desfeita, de uma Chancelaria, para com a outra, causou profunda irritação no Governo de Israel, diante do crescente Genocídio que aquela Nação realiza contra o Povo Palestino, em Gaza. Assim é que, quebrando todo o Protocolo, a cerimônia e moderação, com que normalmente se dirige, em nível Internacional, um País à outro, em represália, diante do manifesto descontentamento por parte do Brasil, cujo Governo segue, mesmo que não o faça internamente (quando, Discursa para o Povo – Bolsa Família e outros ínfimos Programas Sociais, e Governa para os Bancos – Taxa de Juros altíssimas), no Plano Internacional, a Cartilha Bolivariana do PT – Partido dos Trabalhadores...,

Leia mais...

SETOR ELÉTRICO: CRISE RECORRENTE...

Por :Heitor Scalambrini Costa

 Neste início de 2º semestre, o cenário do setor elétrico deixa claro, mais uma vez, os numerosos erros cometidos nos últimos anos, e que foram potencializados, apontando para uma urgente e indispensável transformação na estrutura de organização, de gestão e de planejamento do setor. A tímida reforma ocorrida em 2004 não trouxe a pretendida resposta ao racionamento de 2001. Logo, o que se verifica atualmente tem a ver com o que não foi realizado no primeiro governo do presidente Lula: uma mudança no modelo mercantilista da geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. De lá para cá, vivenciamos um setor estratégico do país com vários remendos.

Leia mais...

ENFÍM, UMA TÊNUE LUZ DE ESPERANÇA...

Por : Valmir Fonseca Azevedo Pereira

 

Uma de nossas impressões era de que em caso de conquista da Copa a reeleição do poste sem luz praticamente estaria decretada. O domínio do desgoverno sobre a mídia em geral é tão gritante que a possível vitória seria cantada em prosa e verso como mais uma brilhante atuação do desgoverno, assim como estão divulgando sobre o que foi o fantástico retorno econômico advindo da gastança dos turistas que inundaram o País.

Leia mais...