INCÓGNITO Por : Pettersen Filho

Um Homem

entra no Boteco

pede uma cachaça

bate no balcão

toma um gole

dá um pouco pro Santo

maldiz o trabalho

cospe no chão

mete a mão no bolso

retira um trocado

e entrega pro Dono

Leia mais...

ARACRUZES Por : Pettersen Filho

Eu vi Eucaliptos !

Eucaliptos, Eucaliptos, Eucaliptos.

Eucaliptos, Eucaliptos

 

                              Eu vi Eucaliptos !

                              Eucaliptos, Eucaliptos, Eucaliptos.

                              Eucaliptos, Eucaliptos...

... e a terra rachou

... e os rios minguaram

Leia mais...

A ROSA E O BANDIDO Por : Pettersen Filho

 

No Jardim da Casa

onde morava um Bandido

um botão se abriu em rosa

e desabrochou.

Não compreendendo

que aquele Jardim era proibido

a Rosa ali continuou.

 

Ninguém podia compreender

o feio e o bonito

ali juntos.

Leia mais...

O EDIFÍCIO Por : Pettersen Filho

Lá perto de Casa

havia um Terreno Baldio...

nele eu tinha

o meu Pé de Flor.

 

Lá perto de Casa

havia um Terreno Baldio...

nele a criançada

se divertia.

Leia mais...

O VELHO Por : Pettersen Filho

Todos os dias

o Velho acordava

pegava a cadeira e colocava na varanda

e assistia as pessoas passarem.

 

Todos os dias

o Velho acordava

pegava a cadeira e colocava na varanda

e assistia as pessoas passarem...

Leia mais...

DEFEITO Por : Pettersen Filho

Do outro lado do meu peito

mora uma mulher

que feito a solidão me visita

Me suga a vida

como um bêbado

a um copo de whisky.

 

É uma metade

que me corta ao meio

sem sangrar

Me manda sempre

por caminhos tortos

onde não está ?

Leia mais...

BAHIA-MINAS : Por : Pettersen Filho

Bahia-Minas

velha amiga

abandona as cordilheiras

estas terras amargas de Minas

hoje já não sabem amar

Deságua encachoeirado teu choro

por entre montanhas e platôs

segue em prece tortuosa

leva cadente a minha dor

Bahia-Minas

velha estrada

permita-me chamar-te assim

esqueça ainda intactos os teus tuneis

as Pirâmides do Egito daqui

Leia mais...

www.abdic.org.br RETROSPECTIVA 2020 : PRINCIPAIS CRÔNICAS... Por : Pettersen Filho

BRASIL X EUA : “SALIVA OU PÓLVORA ?”

Objeto de cobiça internacional, parte do não-reconhecimento, até agora, da eventual vitória de Biden, nas recentes eleições norte-americanas, por Jair Bolsonaro, tendente esse último a impor possíveis barreiras ao Brasil em apologia as queimadas na Amazônia, é a própria Amazônia território vastíssimo, capaz de abrigar em sua superfície, perfilados lado a lado, países inteiros, tais como França, Espanha, Itália, Alemanha e Inglaterra, com direito a troco, além de sua enorme floresta, e rios, é também riquíssima em minerais, do alumínio, nióbio, tungstênio, até ao ouro, esses sim, os reais interesses de Biden, e europeus. http://www.abdic.org.br/index.php/2371-brasil-x-usa-saliva-ou-polvora  

Leia mais...

SOMENTE AOS COLIBRIS CABEM AS FLORES NO JARDIM... Por : Pettersen Filho

Não !

Ninguém poderia

sequer imaginar

que naquela manhã

nebulosa e escura iria nascer

uma flor no Jardim.

Não !

Ninguém poderia imaginar.

Não naquela manhã

nebulosa e escura.

Abandonadas as Ruas

fechadas as Casas

tudo era só tristeza...

Leia mais...

RESISTÊNCIA Por : Pettersen Filho

Veio a Tempestade

ventos velozes

chuva de granizo

E até Furacões...

mas a Velha Árvore

a tudo resistiu

firme e frondosa...

Veio o tempo de seca

o chão rachou

os rios minguaram

o calor foi intenso...

mas a Velha Árvore

a tudo resistiu

mostrando Flores no final.

Leia mais...

A PRAÇA DA LIBERDADE Por : Pettersen Filho

Há nas Praças os lugares permitidos e os lugares proibidos... Pessoas que fazem alguma coisa e Pessoas que não fazem nada... Vós, que fazeis na Praça ?

Havia na Praça

Uma Banda...

Na Praça os casais

se reuniam

A vida acontecia

e ninguém notava

de tão feliz

que todo mundo era...

Leia mais...

O MERCADO CENTRAL Por : Pettersen Filho

São cinco horas

Já começa o movimento

No Mercado Central

Falar demais pode ser

Um pecado fatal

 

Tem moleque roubando fruta

Na Quitanda da D. Mariana:

“Cuidado Seu Joaquim Português

Tão pondo a mão no seu pastel”

Leia mais...