SIRIA : A GUERRA DOS INTERESSES ECONÔMICOS E ESTRATÉGICOS.

Por : António Justo

Em tempos democráticos também a guerra tem de ser democrática!... Por isso o espírito democrático ocidental, das grandes potências, tudo faz para que a guerra seja democrática e como tal surja do povo, mas lá fora, onde a democracia ainda não vive bem. Então os revoltosos chacinam e a TV alegra-se por poder mover a veia sentimental dum povo padecente não da guerra mas da sua “paz”. Depois a maioria dos cidadãos protesta e grita para que seus estados intervenham para porem cobro à barbárie alheia. Passados dois anos de desinteresse na formação dum governo de coligação do presidente Assad com os revoltosos, os janotas do poder (EUA, Inglaterra e França), cheios de compaixão pela dor dos seus, depois de terem enchido os seus rebeldes de armas até aos dentes, levantam as vozes, apregoando a intervenção mortífera como solução, em nome da humanidade. Como no Iraque e noutros lugares intervêm então para porem fim à cólera e depois se irem embora deixando a peste.

Leia mais...

REVERTER A ENTREGA

Por : Adriano Benayon

Continuam entregando tudo. Quando se dará mais importância à realidade que ao discurso?  Que se pode fazer para reverter o presente curso de destruição do Brasil? Certamente, não é coisa convencional. Estamos diante da entrega às petroleiras lideradas pelo cartel angloamericano das reservas de petróleo da plataforma continental e da camada do pré-sal. Também, diante do descalabro na infra-estrutura, de que são exemplos gritantes a energia elétrica e os transportes. Cada um desses caos nos custa trilhões de reais por ano e decorre de sacrifícios de setores vitais no altar do falso deus mercado. Na verdade, entregas graciosas a carteis estrangeiros.

Leia mais...

O TENENTISMO NO SÉCULO XXI

Por : Valmir Fonseca Azevedo Pereira

Em inúmeras oportunidades, enfatizamos a leniência das autoridades militares diante de diversos desmandos do anterior e do atual desgoverno em relação à sociedade e às próprias Instituições Militares que amiúde são vilipendiadas. O silêncio dos chefes militares para muitos atingiu às raias do incompreensível, e impressiona a ausência da menor tentativa de demonstrar um recatado gesto de desagrado. Quando relembramos os sapos engolidos durante a vigência petista, coroando um revanchismo que parece não ter fim, nos deparamos com a inefável Comissão da Verdade e a trilha de investigações que a famigerada camarilha percorre na tentativa de massacrar o Estamento Militar. Com estardalhaço, a mídia estampa que agora investigam a morte do Jango, do Juscelino, de índios, e assim sem limites e sem o menor senso, a cada dia querendo apossar - se de qualquer coisa que possa aviltar ainda mais o seu arcaico inimigo, as Forças Armadas.

Leia mais...

DILMA ROUSSEF NO G20 : “COMO UMA LADY GODIVA ...”

Por : Pettersen Filho

Narra a Lenda que Lady Godiva, nome Anglo Saxão, pessoa influente na Inglaterra dos primórdios da Idade Média, ao ver o seu Povo passando fome, diante dos cumulativos impostos cobrados pelo Regente, apelou ao seu Marido, Nobre da Corte, para que diminuísse os Impostos, a fim de diminuir o sofrimento do Povo, proposta a qual o seu marido, supostamente, havia concordado, somente, e tão somente, se ela cavalgasse nua pelas ruas de Coventry , pequena localidade Inglesa, oportunidade em que teria determinado que todos os moradores fechassem as suas janelas, para não vê-la, a exceção de um morador, quem, pelo crime, de tê-la visto nua, teria ficado cego, situação a partir da qual, sensibilizado pela atitude da sua Nobre Esposa, então, somente então, teria o Influente Nobre, abaixado os Impostos, em reconhecimento a promessa da sua Esposa Naturalista .

Leia mais...

DIPLOMACIA: MUDOU A ONU, OU MUDOU A DIPLOMACIA !???

Por : Pettersen Filho

Tendo a ONU – Organização das Nações Unidas , como seu ápice a Abertura da Assembléia Geral, em Manhatann, EUA, em que, por mera questão de Tradição , cabe ao Brasil o Discurso de Abertura, feito, essa semana, pela própria President”a” Dilma Roussef, quem dedicou-se, esperdiçadamente, a denunciar o recente monitoramento pela CIA/NSA, Agências de Espionagem Norte-americanas , diminuindo o destaque que tal Discurso possa vir a ter para o País, o qual deve, ele mesmo, autopoliciar-se, e desenvolver Institutos próprios de Contra - espionagem , e não esperar que a Comunidade Internacional se apiede dele, diferente de outras edições, meramente protocolares, tendentes a reproduzir o “Discurso”, e Interesses Norte - americanos , dessa vez, contudo, houve na ONU espaço para que formalizassem Conversações de Primeira Linha, por exemplo, Irã e EUA, há mais de trinta anos sem alimentarem quaisqueres conversações diretas, em que pese as acusações contra o Programa Nuclear Iraniano.

Leia mais...

OPORTUNISMO ? : O NOVO NACIONALISMO DA REDE GLOBO DE TELEVISÃO...


Por : Pettersen Filho

Criada no imemorável ano de 1965, em plena Ditadura Militar Brasileira, logo após o Golpe Institucional de 1964, com Capital do Grupo Time/Life Norte-americano, justamente para apoiar o Brutal Regime, tendo por testa de ferro o Jornalista Roberto Marinho, do Jornal “The Globe” (O Globo), de quem guardou o nome, a Rede Globo de Televisão, detentora, no Brasil, da grande maioria da Imprensa Paga, Televisiva e Impressa, desde então, após sacramentar, em seu Site, ter, possivelmente, cometido um “Erro”, ao apoiar o Golpe Militar, distanciando-se dos seus tradicionais Aliados, da Ultra Direita Conservadora, em ardilosos tempos de Governo Petista, num “Mea Culpa”, tanto histórico, como suspeito, quem sempre assumiu a causa do Neoliberalismo Econômico no Brasil, à frente de interesses das Multinacionais, e da famigerada Globalização, acaba de assumir uma serie de Reportagens de cunho “Nacionalista”, até bem pouco tempo atrás totalmente improváveis.

Leia mais...

EMBARGOS INFRINGENTES : POR QUE PARA FERNANDINHO-BEIRAMAR NÃO ?

Por : Pettersen Filho

Por muitos anos, na Década de Oitenta/noventa, o Bandido  mais procurado do  País , até ser preso junto às Farc`s, na Colômbia, o Megatraficante Fernandinho Beiramar , assassino confesso de muitos dos seus opositores, quem fugiu pela porta da frente do DEOESP, em Belo Horizonte, e eliminou muitos dos seus inimigos, dentro das dependências do próprio  Ponto Zero , Presídio no Rio de Janeiro, ora trancafiado e condenado a incontáveis anos de cadeia, em uma prisão quase perpetua, em  Penitenciaria Federal , submetido a implacável  Regime de Isolamento , nem por isso, mais Bandido  do que os seus pares,  Deputados Federais, Empresários, Presidentes de Partidos Políticos, Banqueiros, todos oriundos de Berço Nobre, que, ao contrário de Beiramar , quem teve pouco estudo, e jamais desfrutou da condição de  Servidor Público , ou exerceu  Mandato Popular.

Leia mais...

BRASIL : ” ÍNDIO QUER APITO, SE NÃO DER, PAU VAI COMER...”

Por : Pettersen Filho

Foi-se, há muito tempo atrás, o tempo em que, como naquela Marchinha , que encantava nossos Carnavais, de outrora, longe do Profissionalismo, e Artificialismo das Escolas de Samba, dançávamos alegres, ainda crianças, nos Salões de Escolas Públicas, e nos Clubes Sociais, o tema que nos alegrava, inocentemente: “ Ê, ê, ê, Índio quer apito, se não der, pau vai comer...” , lembranças de um velho e cândido Brasil , que, ora, não existe mais...

Vestindo bem mais que “Tangas”, Calças Pierre Cardin e Tênis Nike, e pilotando modernas Pickups, munidos, não mais de Arco-e-flexa, Tupis , Guaranis , Guajájaras , Pataxós , e tantos outros “Xós”, que se possa arquitetar, fomentados por ”ONGs” Canadenses, Norueguesas, Alemãs e Americanas, as diversas Tribos, que deram origem ao atual Brasil, mistura Portuguesa entre Brancos, Índios e Negros, não querem mais apenas apito: Querem é ver o “Pau comer”, literalmente, avançando, escandalosamente, sobre áreas de lavoura produtiva, Brasil a fora.

Leia mais...

BRASIL : ENTRE A GUERRA CIVIL E O GOLPE MILITAR...?

Por : Pettersen Filho

País Colonizado em 1500, por Navegadores Portugueses , que se limitaram inicialmente ao Território ao longo da Linha do Tratado das Tordesilhas , estendendo-se a faixa de terra litorânea ao Leste das proximidades das atuais Cidades de Belém , ao Norte, e Curitiba , ao Sul, posteriormente ocupado por desbravadores que adentraram nos Territórios das Missões Gaúchas, Planalto Central e Amazônia , guardando desde então Unidade Territorial única, dimensões continentais, e Governo Central uno, diferente da América Espanhola, dividida em vários países, o Brasil passou, no entanto, ao longo da sua História , por questões de Fronteira com os Espanhóis, todas resolvidas pacificamente, e várias Invasões, Francesas e Holandesas , também rechaçadas, ainda pelas Tropas Coloniais Portuguesas .

Leia mais...

DILMA ROUSSEF NOS EUA : “...MAS COM QUE ROUPA ?”

Por : Pettersen Filho

Sambinha antigo, do tempo da Velha Lapa , e da Malandragem Sadia carioca, que hoje não existe mais, cujo mote principal a melodia indaga: “... mas com que roupa eu vou ao Samba que você me convidou ?” , presença necessária em qualquer Roda de Samba que se dignasse, antes que a Contra-cultura do Rock in Rool (adoro Janes Joplin e Beatles), dos insuportáveis Bailes Funk, predecessores do Trafico e do Crime , que ocuparam os Morros do Rio de Janeiro, sob inegável influência Norte-americana, quando, mesmo, a resistente MPB era censurada pelo Regime Militar , alienando a nossa Juventude, parece, contudo, ser exatamente esse o “Dilema” enfrentado pela nossa President”a” da República, a Senhora Dilma Roussef .

Leia mais...

BIG MAC : O BRASIL MEDIDO POR UM SANDUICHE ...

Por : Pettersen Filho

De vez em quando dando um “Pitaco” sobre a Política Brasileira , de acordo com o seu humor, e interesse, a Revista Britânica “The Economist”, quem deveria se ater aos aspectos econômicos das Reportagens que faz, como sugere o seu nome, após estampar, anos atrás, na sua Capa de frente um Cristo Redentor movido a Foguete , reconhecendo que o Brasil, finalmente, iria decolar, acaba de rever suas expectativas, estampando na sua Capa, essa semana, um Cristo Redentor em trajetória descendente, prestes a colidir com o solo.

Leia mais...

USA : “YES, WE HAVE BANANAS...”


Por : Pettersen Filho

Paralisados por um Impasse , no melhor estilo “Republica das Bananeiras”, tão comum à América Latina, Ásia e África, Brasil, Congo ou Malásia, das Quarteladas e Golpes Militares, os Estados Unidos da América do Norte , de nome pomposo e tradições democráticas, diga-se de passagem, Potência Hegemônica Mundial , Maior Economia do Planeta, e Democracia mais antiga das Américas, desde que alguns homens dotados de espirito libertário e sentimento patriótico, Thomas Jeferson, Beijamin Flanklin e George Washington , dentre eles, revoltaram-se contra a Coroa Britânica, em 1776, precipitando aquilo que ficou conhecido na História como a “Revolução Americana”, subjugando até as Monarquias Absolutistas da Europa, e precipitando a própria Revolução Francesa , em 1789, servindo-lhe como inspiração.

Leia mais...