CASO ELOÁ : “O SHOW BISINESS DA JUSTIÇA BRASILEIRA...”

Por : Pettersen Filho

Assim como a Receita Clássica de um “Bolo”, substituídos Farinha de Trigo, Manteiga ,Fermento e Ovos, por Ruidosa Plateia do lado de fora do Tribunal Atuação Teatral de Membros do Judiciário, Ministério Público e Defesa , bem como, repleto de Sensacionalismo , como numa espécie de “Tribunal de Nuremberg”, terminou nessa ultima Quinta Feira, 16/02 o Julgamento do Motoboy, Lindemberg Alves , Assassino Confesso de Eloá Pimentel e da Tentativa de Homicídio contra sua Colega, Naiara de Tal .

 

Condenado , desde a principio, como não o deve ser, pelo menos não, perante o Poder Judiciário , que deve ser Isento Imparcial , longe das pressões que se fizeram presentes no Fórum de Santo André , na Grande São Paulo, o Jovem Motoboy , a quem se cominou Pena de 98 Anos e Dez Meses de Prisão , incluindo-se a Tentativa de Assassinato do Sargento PM Paulista que liderou a Invasão do Apartamento daJovem Eloá , 15 Anos de Idade, há Três Anos e Quatro Meses atrás, e por Cinco Cárceres Privados, além dos Disparos de Arma de Fogo que efetuou, todos em seu grau de Penalidade Máxima , dos quais, somente, subtraídos as atenuantes de haver, realmente, confessado a Autoria , quanto a Morte de Eloá , assumida pelo Réu diante do Juiz , e o Cárcere, quanto a ela, Lindemberg , de família pobre, a exemplo de milhares de outros brasileiros, País a fora, com pouco estudo e de origem simples, aparentemente, já nasceu condenado a uma vida infame de Menino de Subúrbio , sem projeção social ou futuro, a não ser a que almejou nos braços de Eloá , Menina a quem escolheu para amar.

Tomado como Exemplo , ou Não-exemplo , pela Mídia , e pela própria Justiça Brasileira , reportando oCrime de Três Anos e Quatro Meses atrás, desde então, preso no Presídio de Tremenbé , como Antecipação da Pena, flagrado em pleno Delito , quando rendeu aqueles Jovens no Apartamento de Santo André, por cerca de Quatro Dias, Crime transmitido, ao vivo e a cores, pela Televisão Brasileira, até o seu desfecho sangrento, quando, como sempre, após intensa polêmica, quanto a quem conduziria a “Operação”, se a Polícia Civil ou a Polícia Militar , desastrada Invasão do Apartamento pela Polícia Militar, terminou em Tragédia , fatos jamais relevados no Julgamento .

Monstro, Assassino, Marginal , realmente, Lindemberg não poderia, jamais, escapar de tal Condenação , sobretudo, quando tomado por “Modelo”, ou Paradigma de Justiça , pelo menos, a mesma Justiça que, noutros âmbitos, falta, Brasil a fora.

A mesma Justiça que, deitada eternamente em “Berço Esplêndido”, não sobe aos Morros e não desce aosSubúrbios ...

A que, desconhece as Masmorras dos Presídios Abarrotados , onde padecem milhares de almas, as que, agora, se junta Lindemberg Alves , Condenado por Sentença do Tribunal do Jurí , com mão firme e forte, exemplarmente, com a diferença, apenas, que no caso dos demais, restam nos Presídios Brasileiros , ao menos 70% (Setenta), de uma População Carcerária , que, acantonada nas Cadeias Públicas ou Delegacias de Polícia , ainda, aguarda, sem “Culpa Formada”, ou “Julgamento”, como é o Caso de Lindemberg Alves , pomposamente tratado, com Direito a uma “Ampla Defesa”, ao vivo e a cores, emRede Nacional , num vistoso “Julgamento”, de cerca de quatro dias de duração, ao contrário, sem chance alguma de serem ouvidos pelo Juiz , ou pelo Advogado e Ministério Público...

Uma mesma Justiça , a que condenou, longe da Sentença, em meio a rasgados elogios à Polícia Militar, Ministério Público e Imprensa, com toda solenidade e pompa, Lindemberg Alves , pelo indubitável assassinato, ainda que Passional e Tresloucado , de Eloá Pimentel , mas, uma Justiça “Perversa”, apenas, para Pretos, Pobres e Putas , que nunca, jamais, parece querer chegar aos “Autores” de Crimes de Colarinho Branco , ou aos “Beneficiários”, por exemplo, do Mensalão .

Então, “Justiça seja Feita”, que arda para todo o sempre, 98,10, anos e meses, Lindemberg Alves , nas masmorras do Inferno.

Justiça, definitivamente foi feita!

Amanhã, alma lavada, acordaremos num Brasil melhor...

Será ???

OBS: Crônica Publicada Originalmente no Site www.paralerepensar.com.br

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO NEM DO ADVOGADO.