VIVO OPERADORA : “ QUEM QUER DINHEIRO ??? ”

Por : Pettersen Filho

Os que estão, por acaso, acostumados a assistir, nas tardes calmas de Domingo, o “Velho” Silvio Santos, e o seu Baú da Felicidade, através do SBT – Sistema Brasileiro de Televisão, levar alegria às casas brasileiras, no tradicional Programa Vespertino, com a frase mote “ Quem Quer Dinheiro ? ”, no mínimo, estranharam, ao ver a nova jogada das Operadoras de Serviço de Telefonia Celular, pelo menos esse é o caso da “Vivo Operadora”, ao buscarem, ao acaso, nas Bancas de Revista, ou na Quitanda da Esquina, renovarem os seus “Créditos” no Aparelho do Tipo Pré-Pago, de “Cartão”, onde o Consumidor, para poder usufruir dos Serviço, precisa, antes, abastecer o Aparelho com Crédito, via compra.

 

È que numa “Jogada” sensacional, que em muito extrapola a sua atribuição de Operadora de Telefonia Celular, serviço, diga-se de passagem, campionissimo de reclamações nos Procons, e Serviços de Proteção ao Consumidor, Brasil afora, a Operadora passou a ofertar, nas Bancas de Revista, e Quitandas, a possibilidade, quase coercitiva, do Consumidor, ao reabastecer o seu Celular com Créditos, Pré-adquiridos, também realizar, na mesma “Compra”, a contratação de um “Seguro de Vida”, pasmem, válido por 30 dias, reversíveis em “Bônus” para ligações pela mesma Operadora.

Operação totalmente fora das suas atribuições, inerentes a Prestação de Serviços de Telefonia Celular – “Concessão Públic”a -, que desempenha com certa debilidade, pode muito bem ser entendida como “Venda Casada”, o que é vedado (Proibido) pelo Código de Defesa do Consumidor.

Exemplo típico, é o caso do Cartão de aquisição de Crédito, outrora vendido por R$12,00 (Doze reais), que pode, agora, ser adquirido na Banca de Revistas por modestos R$ 15,00 (Quinze Reais), junto com o tal “Seguro de Vida”.

Silvio Santos, então, após aventurar-se como “Banqueiro”, no fiasco que foi o desfalque do Banco Panamericano, cujo prejuízo coberto pelo Tesouro, que se cuide, pois, agora, seu Baú da Felicidade também encontra-se ameaçado,  por ninguém menos do que a Vivo Operadora, agora acionista no Mercado de Seguros, mesmo que em desfavor do temerário Consumidor Brasileiro.

Enfim, apenas mais um “Pinduricalho” nas costas do Consumidor !

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO.