VENEZUELA ENTRA NO MERCOSUL : “UM ABRAÇO ENTRE AFOGADOS ???”

Por : Pettersen Filho

Funcionando como uma espécie de “Golpe”, dentro do Golpe que houve no Paraguai , com a deposição do Presidente Democraticamente Eleito, Fernando Lugo , promovida no mês passado, ao “Bico da Caneta” pelo Parlamento Paraguaio , naturalmente, com um “Dedo” de Apoio provindo de Washington , é o que se suspeita, ante ao conveniente Pronto-aceite Americano do novo Governo , logo nas primeiras horas de consumado, em paradoxo com o veemente Protesto dos seus Parceiros de Bloco Econômico, o Mercosul, Brasil, Uruguai e Argentina , quem, inclusive, tratou de suspender o País da Organização , porquanto não advierem Eleições Livres , que corrijam o ocorrido, em recente Reunião , menos o Paraguai , acontecida na Argentina , acaba de deferir a entrada da Venezuela como Pais Membro do Mercosul, assim como o chamamos, cá no Brasil , ou, Mercosur, no Linguajar Portenho .

 

Ingresso que vinha sendo protelado, pelo menos, há quatro anos, justamente, por haver a necessidade da deliberação do Parlamento de cada País Membro , já ocorrido, no caso de Brasil ,Argentina Uruguai , era exatamente o Parlamento Paraguaio quem vinha impedindo o ingresso Venezuelano no Mercosul , por proposital inércia do Parlamento , antipático ao Presidente Venezuelano Hugo Chaves

Manobra que pode ser tida como “Jogada de Mestre”, por parte de seu Mentor , não sei se Brasileiro ,Argentino ou Uruguaio , fato é que matou , pelo menos, dois coelhos com um só tiro , ao causar, de forma inesperada, um Impacto Moral muito grande nos Articuladores do Golpe de Estado Paraguaio , sobretudo, nos Estados Unidos , seu maior Beneficiário , ao mesmo tempo que, retirou a Venezuela do seu aparente Isolamento , na Região, o que também desinteressava ao “Tio Sam”, ao passo que, uma vez “Suspenso”, como se encontra o Paraguai , sequer pode Protestar , resignando-se a insinuar ameaças que, o Bloco Mercosul , ao “Supendê-lo”, ao mesmo passo, estaria “Liberando-o”, Paraguai , para que estabeleça “Novos Acordos”, leia-se, possível Acordo Bilateral com os próprios   Estados Unidos , mas, tal possibilidade, no entanto, é bem remota, tanto no Plano Político , como na realidade pratica do Paraguai , posto tratar-se de um País definitivamente encurralado entre seus demais Parceiros , bem no interior da América do Sul, há milhares de milhas do Mar , fazendo da própria distancia física , e de possíveis entraves de logística , com que tal União, sob o ponto de vista Econômico, fosse quase impossível.

Além do que, alguém poderia, sequer, imaginar , que saíssem os Americanos , lá de Dallas ou Nova Iorque, para comprar, por exemplo, “Cigarros Brasileiros” embalados no Paraguai , para levarem para os “States”, ou, quiça, improvável visão, venha um Californiano , lá do Vale do Silício , dar com as pernas emPorto Strossner para comprar um Computador Americano , montado na China e contrabandeado para oParaguai , via Fronteira Brasileira, ou um “Trêsoitão” Taurus, para levar de volta ?

O que teriam, eles, a ganhar com isso ?

Quase nada, não é mesmo ?

Contudo, fato é que está o Paraguai assentado por sobre a maior Reserva de Água Doce do Planeta , o Aqüífero Guarani, bem na estratégica Tríplice Fronteira , e, embora possa ser, realmente, asfixiado pelos seus Parceiros , igualmente o fizeram há  séculos atrás, Brasil Argentina Uruguai , na Guerra Homônima, que o devastou, é o Paraguai , ademais, ora, o único Pais na Região em que as Elites ainda possuem certa expressão, ao contrário de Governos “mais” de Esquerda que o rodeiam, bem debaixo dos Calcanhares dos Estados Unidos , a exemplo de Equador, Bolívia e da própria  Venezuela , representando aos EUA, o atual “Dissenso Paraguaio”, cujo Governo Lugo era inegavelmente Pró-esquerda , um imenso ganho na Região , não tivesse, como ora, o efetivo Ingresso da Venezuela no Bloco , representado um verdadeiro “Tiro pela Culatra Americana”.

Pais de Regime Democrático discutível, segundo a visão dos Americanos , de que todos que discordam da sua Política Imperialista , não são dignos de serem chamados de “Democratas”, como é o caso do Venezuelano Hugo Chaves , aliado de Russos Iranianos , fato é que dispositivo constitutivo do Mercosul proíbe, em tese, que Países Não-democraticos , como o Paraguai Golpista , façam parte do Bloco , representando a entrada da Venezuela no Mercosur  verdadeiro “Abraço entre Afogados”, numa alusão ao fenômeno de que toda a pessoa, que está se afogando, no caso o próprio Mercosul , na eminência de se ver morrer, é o caso do Bloco , nunca tido, efetivamente, como um só Bloco , desde seus cerca de vinte anos de vida, tende a agarrar-se ao seu Salvador , em ato de desespero, e com força descomunal, inconscientemente, tende a levá-lo ao fundo, consigo...

Será ?

De qualquer forma, tal Ingresso , diante da simples presença preponderante de Hugo Chaves , e sua “Revolução Bolivariana” na Região da Tríplice Fronteira , onde já se encontram alguns Marines Americanos, a pretexto de resguardarem a própria “Democracia Paraguaia”, muito menos do que um Fenômeno Econômico , mas, diante do inusitado Fato Político , será, no mínimo, completamente indigesta diante dos olhos de Washington /DC, quiça, futuramente, de Brasilia /DF ?

OBS: Crônica postada originalmente em www.paralerepensar.com.br

 

Antuérpio Pettersen Filho, membro da IWA – International Writers and Artists Association, é advogado militante e assessor jurídico da ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Individuo e da Cidadania, que ora escreve na qualidade de editor do periódico eletrônico “Jornal Grito do Cidadã”, sendo a atual crônica sua mera opinião pessoal, não significando necessariamente a posição da Associação, nem do assessor jurídico da ABDIC.