EGITO : “DA PRIMAVERA ÁRABE AO INVERNO SANGRENTO...”

Por : Pettersen Filho

Por mais que louvável seja a Democracia , como forma de Governo , aventada por muitos, defendida por todos que acreditem em princípios de igualdade e soberania popular, muito embora, e apesar disso, desprezada por vários Países, Planeta afora, graças ao Jogo Geopolítico do Imperialismo Mundial ,, por vezes, mera Matéria de Discurso Protocolar nas Embaixadas e Repartições da ONU – Organização das Nações Unidas, longe do real anseio de muitos Governos ditos “Nacionais”, não há, ademais, na Península do Deserto do Sinai , um só Camelo , ou nas areias tórridas do Deserto do Saara , um só Escorpião Peçonhentos que, não saibam, que tudo que acontece no Egito , passa, necessariamente, por Washington ou Telaviv .

 

Assim é que, festejada, há cerca de dois anos atrás, quando populares derrubaram o Regime Ditatorial na Tunísia, alastrando o “Fogo da Liberdade” por todo Norte da África e Oriente Médio, passando por Síria , Líbia , Bahrein e o próprio Egito , no que ficou sendo conhecido como a “Primavera Árabe”, culminando na deposição do próprio General Hosni Mubarak , no “País dos Faraós”, após quase trinta anos de Ferrenha Ditadura, eleições livres, finalmente, levaram ao Poder, há pouco menos de um ano atrás, a Irmandade Mulçumana no Egito, lamentavelmente, derrubada pelo Exército do País, há pouco mais de dois meses atrás, levando ao Cárcere o Presidente Eleito Mohamed Morsi , dignitário da Irmandade no Governo..

Insólita, tentando reeditar o mesmo Movimento que os levou ao Poder , frise-se, pela, ora desacreditada, Via Democrática , tal como o fizera, com os Mulçumanos , na Argélia , também depostos, nos Anos Noventa, e com o Hamás , em Gaza , há cerca de dez anos atrás, quem, desde então, passa por um Famigerado Embargo pelo Ocidente, a Irmandade Egípcia , assim que alijada do Governo , ocupou em Massa as Praças e Ruas do Cairo e Alexandria, e por todo o Egito, demarcando o limite de uma profunda divisão na atual Sociedade local, contudo, embora desarmada, violentamente reprimida pelas Tropas do Exército , essa semana, com um saldo, até agora, de não menos do que dois mil mortos, segundo a Irmandade , ou cerca de seis centenas, conforme contabilidade tacanha do Governo Golpista .

Encravado entre Três Continentes , África, Ásia e Europa, na estratégica Passagem do Canal do Suez, que liga Mediterrâneo e Pacifico, rota natural do Petróleo Árabe, bem ao lado de Israel , o Egito é essencial a Política de Segurança Mundial da Europa e Estados Unidos, fundamental para a Geopolítica de Poder do Ocidente, razão pela qual recebe, a fundo perdido, cerca de Um Bilhão e Meio de Dollares, e armamentos dos Estados Unidos, mantendo, por isso mesmo, o Equilíbrio de Poder entre Israel e os Estados Árabes, até bem pouco tempo atrás, numa espécie anusual de “Paz Forçada” patrocinada pelos EUA, em Camp David , ainda nos Anos Setenta, fazendo, em relação a Política Externa Americana, o Papel de “Fiel da Balança”.

Equilíbrio esse rompido com o advento da Primavera Árabe , e com a ascensão da Irmandade Mulçumana ao Poder, a essa altura não há uma só Criança Palestina , acuada e faminta, em Gaza , ou eventual “Opositor” ao “Regime dos Aiatolás”, no Irã , Democrático , mesmo que em “Padrões Islâmicos”, (quem se submetem, de tempos em tempos, a Eleições Livres , fato é que o próprio Mahmud Amajinehad , e seu suposto “Programa Atômico”, personalização do próprio “Diabo”, no Ocidente, acaba de ser varrido do Poder), que, eventualmente, no seu mais inocente bocejo, por um só minuto, acredite na “Sinceridade” das atuais palavras do Presidente Barack Obama , ou do seu Secretario de Estado, Jonh Carrey , de suposta “Repreensão” ao Massacre , e à “Condenação” da Deposição da Irmandade Mulçumana do Poder, por mais que reiteradas.

Golpe tramado, orquestrado, desencadeado, mantido e apoiado pelos Americanos , não há a menor duvida, no que se prenuncia na “Sirilização do Egito”, com fatal degradação de sua Sociedade, quiça, Guerra Civil, e envolvimento de outros Paises, a atual “Condenação” de Obama, e dos seus, é mero jogo cênico.

Não passa de “Conversa pra Boi Dormir”, posto que sem o Egito , em suas Mãos, os EUA, e Israel, ficam tremendamente fragilizados...

Então, “Sete Salvas” de tiros aos Mortos do Egito , cujas mortes, e futuro, devem ser creditados à Washington e Telaviv... ,

Enfim, Egito, de tantos Mistérios e Segredos, como teria supostamente dito o Filosofo, ao se deparar com os Enigmas da Grande Esfinge: “Decifra-me, ou Devoro-te 

Ou alguém tem duvidas disso ???

Crônica publicada originalmente em   www.paralerepensar.com.br

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, ALÉM DE SÓCIO CORRESPONDENTE DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLOGIAS,  POLÍTICAS E SOCIAIS DOM VASCO FERNANDES COUTINHO, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO.