FOLHEANDO JORNAL

Por : Pettersen Filho

Sim

galgaria montanhas inteiras

sangraria sangue

e coca- cola

só para não vero o amor chegar ao fim

 

 

Sim

me daria totalmente

ao toque do sabonete atrevido

e ao cheiro lilás

do jasmim

só para não ver

o amor chegar ao fim

 

Sim

começaria tudo agora!

faria edifícios e concreto

discursos e cassetetes

só para não vero amor chegar ao fim

 

Sim

provaria a febre das baionetas insanas

usaria smoking ou batina

comeria gramados e quindim...

                                Mas prefiro ficar no banheiro

                                folheando jornais

                                 a me iludir...

 

(Extraído do poema “Folheando Jornal” da Obra “Inconfidente Mineiro – Ilustrações & Poesias” de Antuérpio Pettersen Filho – Publicação Independente – 2002 )