AMOR

Por : Pettersen Filho

 

Eu saí Louco !

Alucinado pelas ruas

fundindo mundos, amor, teoremas

e paz !

 

Eu me virei todo ao avesso

e tentei entender...

 

 

Eu me traguei

nas entranhas

fumei fumaça

e cigarro

machuquei

e mordi.

 

Eu me busquei

no passado

Rodei inteira a cidade

consumi milhares de avenidas

mas não consegui entender

tudo o que aconteceu...

Comigo.

(Extraído do poema “Amor ” da Obra “Inconfidente Mineiro – Ilustrações & Poesias” de Antuérpio Pettersen Filho – Publicação Independente – 2002).