RESISTÊNCIA

 

Por : Pettersen Filho

Veio a Tempestade

ventos velozes

chuva de granizo

E até Furacões...

mas a Velha Árvore

a tudo resistiu

firme e frondosa...

 

Veio o tempo de seca

o chão rachou

os rios minguaram

o calor foi intenso...

mas a Velha Árvore

a tudo resistiu

mostrando Flores no final.

 

 

Veio o Inverno!

frio penetrante

geada e neblina

pragas terríveis...

mas a Velha Árvore

a tudo resistiu

sem ao menos desfolhar...

 

Vieram por fim os Homens

com suas serras elétricas

e machados de fino corte...

Enfim, a Velha Árvore tombou!

... a experiência dos anos não lhe valera

ante tão Bárbaros Assassinos!

 

(Extraído do poema “Resistência” da Obra “Inconfidente Mineiro – Ilustrações & Poesias” de Antuérpio Pettersen Filho – Publicação Independente – 2002).