RICARDO ELETRO : PROPAGANDA ENGANOSA E FRAUDE CONTRA O CONSUMIDOR...

Por : Pettersen Filho

Imbuído de comprar uma dessas Tevês modernas, necessidade absoluta, dado ao fim da Era das Televisões tipo Tubo, Analógicas, que perderão a validade muito em breve, dirigi-me ao Shopping Estação, na Grande Belo Horizonte, onde, após breve pesquisa, ao ser atendido por uma Pequena Morena, muito habilidosa e cativante, constatei ter a loja Ricardo Eletro um dos melhores preços, e logo candidatei-me a adquirir uma TV da LG, Smart, com Wi Fi, Internet integrada e Conversor, pela bagatela de cerca de R$1.300,00, a qual, segundo promessa verbal da Vendedora, condição única que levou-me a adquiri-la, em detrimento de outra, nas Lojas Ponto Frio, para Pronta Entrega, cerca de R$70.00 mais cara, seria entregue até o máximo de Sete dias da compra...

 

Ledo engano!

 

 

Tão logo passou o meu Cartão de Crédito, com quatro parcelas de aproximadamente R$300,00, pude perceber que a Compra executada na “Loja Física” da Ricardo Eletro, por ardil da Vendedora fora, na verdade, fora procedida pela Internet, na “Loja Virtual”, e que o “Estoque” consultado pela Preposta da Empresa, de fato, era a Loja Virtual, que não me foi comunicada, posto que, para comprar pela Internet, coisa que, até hoje, por mais que corriqueira, ainda não me habituei,  poderia eu mesmo ter procedido, no conforto da minha própria casa, sem despesa e deslocamento, quando constatei que o prazo constante no Documento, (sequer obtive cópia do Boleto do Cartão, sempre impresso na Maquininha, realizada a compra pela Internet, seria enviado via E-mail, como de fato), era, na verdade, outro, e não Sete dias, com precisão de entrega para o dia 21/06, portanto, sendo o dia da compra, 04/06, mais de quinze dias de tolerância.

Indignado, requeri que a Moça constasse na Nota, o prazo combinado de Sete Dias, coisa que se recusou, o que levou-me acionar a Gerência, também recalcitrante, quanto a anotar o prazo, quem pôs-se a tentar me convencer que o produto chegaria antes mesmo do dia 21, o que aumentou a minha indignação, protestando, então, pelo Cancelamento da Compra, advertido, por outro turno, que o estorno do valor pago somente se daria após Dez longos dias, aumentando ainda o impasse...

Da loja mesmo, acionei, por telefone, uma Viatura da Polícia Militar, a qual após cerca de três horas de espera, e várias Ligações ao 190, jamais apareceu, o que levou-me a dirigir-me ao Posto da Polícia Militar, em Ocorrência que começou, cerca de Meio Dia, hora da Compra, indo findar por volta das 17:00 hs e meia da Tarde, quando lavrei o Boletim Polícial por Propaganda Enganosa e Fraude contra o Consumidor, quase estelionato, certo de que ingressaria na Justiça contra a tal Ricardo Eletro, quem, aparentemente, faz da Fraude e da Propaganda Enganosa seus mais corriqueiros métodos de Negociação.

Ato sequente, dirigi-me ao Ponto Frio, valendo-me do Cheque Especial, completamente esgotado e frustrado, onde adquiri o mesmo Aparelho, e meti debaixo do Braço e fui para casa, de forma Antiquada e Bruta, sem essas modernidades da internet, bem como se fazia antigamente, alegre e feliz, animo renovado.

Em razão disso, eu vos previno Consumidor: Ricardo Eletro, não ! 

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, MEMBRO DA IWA – INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO.

 

 

DEFESA DO CONSUMIDOR – CIDADANIA - PEQUENAS CAUSAS CIVEIS ???

  

“DIVULGUE NOSSO TRABALHO PARA QUE NÓS TAMBÉM DIVULGUEMOS VOCÊ”

REPASSE ESSE E-MAIL A UM AMIGO !