PERFIL: ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO

  • Imprimir

www.paralerepensar.com.br

Antuérpio Pettersen Filho, mineiro de Belo Horizonte, é um poeta egresso dos tribunais de justiça. Advogado, de formação, iniciou sua graduação na Universidade Federal do Espírito Santo, vindo a formar-se em Minas, na Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce.

Denota-se, no curso da sua Obra, mais do que um simples tratado poético. É, na verdade, um forte discurso político de indignação frente à realidade social brasileira, aos desmandos, à corrupção, ao caos político e ao embrutecimento do homem.

 

Com textos duros e ilustrações que têm referência no caleidoscópio, e que trazem a tríade, com marcante passagem por elementos emblemáticos, presentes na figura geométrica do triângulo, que vão desde a Santíssima Trindade, até o pensamento psicanalítico freudiano, passando pelo materialismo histórico de Karl Marx, também presentes na bandeira mineira, quando escreve, Antuérpio se inspira na realidade para desenvolver uma poesia e imagens concretas.


Lançado em abril de 2000, quando dos quinhentos anos do descobrimento, o “Inconfidente Mineiro”, livro de poesias, tão somente, ganhou em 2002 uma versão itinerante, na forma de molduras e painéis tamanho A3 e A4 , conjugando a estética, só possível as ilustrações, aglutinada a concretividade métrica dos seus disformes versos, com os quais passou a fazer exposições: Tribunal de Justiça do Espírito Santo, abril de 2002, Assembléia Legislativa de Minas Gerais, dezembro de 2003, Galeria Mohangara, Governador Valadares, março de 2004, Câmara Municipal de Uberaba, março de 2004, Palácio Administrativo Municipal de Uberlândia, abril de 2004, e, finalmente a consagração em Ouro Preto, na Fundação de Arte de Ouro Preto, durante as comemorações da Inconfidência Mineira, em abril de 2004.


Após breve passagem pela poesia, na qual transborda sentimentalidade e técnica “drummondiana”, que nos relembra em alguns aspectos o grande poeta Carlos Drummond de Andrade, Antuérpio, em guinada somente possível aos que são inconfidentes, sempre presos a causa libertária, lança o seu livro de cunho jurídico, “Processo Penal: O Estado no Banco dos Réus”, onde transcreve com tenacidade e dramaturgia, somente admissíveis aos que narram a vida real, subtraída dos autos em linguagem épica, todas as mazelas e vicissitudes presentes na gênese da Justiça e da Sociedade brasileiras, demonstrando num desafio apológico ao Estado que, além de legal, o Estado há que ser Justo.


Atualmente Antuérpio é redator-chefe do pequeno Jornal periódico: “Grito Cidadão”, pertencente à ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Individuo e da Cidadania, criada como Entidade Civil por ele próprio, onde se dedica à causa humanitária, e justicialista, a qual considera que estão insertos todos os que desejam ardorosamente participar do tempo em que vivem, e testemunham, com protagonismo e realização.
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Livros do autor e onde adquiri-los:

 

Inconfidente Mineiro - Ilustrações & Poesias

Processo Penal: O Estado no Banco dos Réus

Perfil extraído da Página www.paralerepensar.com.br  ou Link: https://www.paralerepensar.com.br/paralerepensar/publicacoes.php?opc=editar&id_publicacao=56201

Autoria : Jornalista Sandro Fuzzato

Mais informações: Os interessados devem acessar o site

www.abdic.org.br ou www.inconfidentemineiro.com.br