“BOLA DENTRO” : SINDIPOL/ES GANHA AÇÃO CONTRA BMG FINANCEIRA...

Por : Pettersen Filho

Patrocinador Oficial do CAM – Clube Atlético Mineiro, que viu a sua marca estampada na camisa do Time, durante muito tempo, Instituição Financeira creditada no Banco Central do Brasil, que, parece, possuir livre acesso aos Cadastros Oficiais das Folhas de Pagamento do Estado, no que concerne ao oferecimento de Empréstimo Consignado, profundamente envolvida no Escândalo do Mensalão Mineiro, Aécio Neves & Marcos Valério, o BMG acaba de sofrer derrota na Justiça, em Ação patrocinada pelo Sindipol/ES, Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Espirito Santo, em que Decisão Judicial transcorrida no Estado do Espirito Santo determinou, liminarmente, que o Banco deixasse de descontar valor histórico, procedido há mais de oito anos, consecutivos, que operava recolhimento de parcela, cerca de R$$300,00, relativo e empréstimo de Policial Servidor Aposentado, cujo empréstimo inicial, cerca de R$5.000,00, impagáveis, que o Banco insistia em cobrar, jamais quitando o financiamento, “ad eternum...

 

Ação proposta pelo ávido Advogado do Departamento Jurídico, Dr. Tiago Malaquias, obteve êxito, tendo o Judiciário Capixaba reconhecido a ilegalidade do desconto histórico, pondo fim a operação, mandando o Banco indenizar o Policial, cujo montante, sem correção, orbita em torno de 21.000,00, tamanha a discrepância, anos à fio.

Sentença que mexeu no Bolso da Instituição, por certo será paradigma para tantas outras situações assemelhadas, que tão bem, e oportunamente, soube o Sindicato dirimir:

Parábéns Jurídico!!!

Antuérpio Pettersen Filho, membro da IWA – International Writers and Artists Association, é advogado militante e assessor jurídico da ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Individuo e da Cidadania, que ora escreve na qualidade de editor do periódico eletrônico “Jornal Grito do Cidadão”, sendo a atual crônica sua mera opinião pessoal, não significando necessariamente a posição da Associação, nem do assessor jurídico da ABDIC.