POLÍTICA EXTERNA EXPLOSIVA: “O BRASIL À REBOQUE DOS ESTADOS UNIDOS EM FACE DO IRÂ...”

Por : Pettersen Filho

Tentando sufocar o Irã economicamente, coisa que não consegue, ou pelo menos, não deseja fazer no âmbito militar, sem que cause Guerra aberta no Oriente Médio, entre Israel e Arábia Saudita com o País Persa, possivelmente seus maiores alvos, com imensas consequências no Mundo inteiro, provavelmente arrastando China e Rússia, por procuração, que não querem ver os EUA em sua linha limítrofe, os EUA, à titulo de Embargo Econômico, tal qual fazem historicamente com Cuba, a Coreia do Norte, Venezuela, e em certo grau com a Rússia, e também ameaçam a China, grandes Players mundiais, o que já se tornou banal, sempre utilizando-se do vigor do Mercado Americano, ainda o maior do Mundo, realidade em decadência, acabam de arrastar o Brasil para o centro dos acontecimentos, face a nova negativa da Petrobras em abastecer navios repletos de milho, com destino ao Irã, optando nitidamente por seguir a orientação americana, quanto ao País Persa, ainda que com risco de perda de imenso Mercado no Oriente Médio, justamente para os grãos, como o milho e a soja, também produzidos pelos EUA, cuja linha de concorrência diretamente ligada ao Brasil.

 

Confronto que foge aos nossos interesses, imagine se um dia tal Boicote atingir a China, nosso maior Mercado, e trazer em escala mais profunda Rússia, e Índia, por exemplo, que já ameaçam sair do Mercado Financeiro, do Dollar, adotando Moeda própria, ainda que impar do Brasil, que na gestão Bolsonaro meio que abandonou os BRICS, em opção pelos EUA, cuja Política, na linha externa, é sombreada pelos Americanos, no colo de Donald Trump, com Bolsonaro, feito boneco de ventríloquo, assentado em seu colo.

Jogo perigosos de ser jogado, com implicações de expor-se o Brasil ao terrorismo mundial, em troca de nada, haverá ainda o dia em que os EUA, de tanto boicote e restrições injustas que promovem, assim como no caso dos Imigrantes ilegais no México, ou no caso da tarifação com o Canadá, ou Turquia, que nada possuem haver com economia, democracia ou justiça, deixarão de ser a Potência do Mundo, e como toda Lei da Ação x Reação, estarão atirando nos próprios pés, no caso do Brasil, nos pés do Brasil também...

Afinal, diz o ditado popular: “Galinha que acompanha Pato, acaba morrendo afogada.”

Dá-lhe Donald Trump(Bolsonaro) !

Antuérpio Pettersen Filho, membro da IWA – International Writers and Artists Association, é advogado militante e assessor jurídico da ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Individuo e da Cidadania, que ora escreve na qualidade de editor do periódico eletrônico “Jornal Grito Cidadão”, sendo a atual crônica sua mera opinião pessoal, não significando necessariamente a posição da Associação, nem do assessor jurídico da ABDIC.