CESARE BATTISTI : “PRESO O ÚLTIMO DOS ROMÂNTICOS NA BOLÍVIA...”

  • Imprimir

Por : Pettersen Filho

Exibido como um Troféu pelo Governo da Itália, acaba de pousar em Roma o avião que conduziu Cesare Battisti diretamente da Bolívia, para a Europa, sem direito a escala no Brasil, com proteção e imunidade concedida por Lula, donde viveu nos últimos anos o Guerrilheiro, Cesare, uma espécie de Che Guevara do Mediterrâneo, talvez o ultimo dos românticos, tipo Lobo Solitário, próprio dos anos Sessenta/Setenta, assim como o próprio Che, também morto na Bolívia, coincidentemente, onde buscou abrigo, e promover a Revolução Comunista no Continente Americano, Ele, Cesare Battisti, também remanescente de Grupos Guerrilheiros dos anos de chumbo, que assolaram a Itália, onde se confrontavam ideologicamente Direita x Esquerda, apaixonados.

 

Para muitos, tido como um Filosofo, Humanista, Escritor e Livre Pensador, para outros, um Assassino Frio e Calculista, já condenado na Itália por pelo menos quatro assassinatos, reais ou não, objeto de Julgamento isento, ou não, a Prisão e Exílio duraram quase quarenta anos, em fuga espetacular, tendo Cesare passado por pelo menos quatro países, inalcançável, França. México, Brasil e Bolívia, até que o Governo recém Eleito de Jair Bolsonaro, mais afinado à Direita, do que Lula, se comprometesse com a sua extradição, confirmada ainda em Dezembro por Michel Temer, e aprovada pelo STF brasileiro, cassando a imunidade que lhe concedera Lula, o que forçou a espetacular fuga de Battisti para a enigmática Bolívia, donde finalmente foi capturado pela Interpol.

Manobra sagaz do Governo Italiano, que poupou o Brasil de desgaste, em caso de sua recondução à Brasília, onde, por certo, ainda se dariam apaixonantes debates junto ao Supremo, a Prisão de Cesare, põe fim, aparentemente, a infindável diáspora Humana, que sempre levou ao confronto os Homens em busca da afirmação espiritual, e do suposto Modelo Político a que nos devemos, submeter, ou não, em especial, reportando os anos vividos durante a Guerra fria, em que se confrontavam, Capitalismo x Comunismo, discussão que ao meu ver, não se encerrará com a simples prisão de Cesare Battisti, pois sempre haverá no Mundo, Fungêncios Batista (Ditadores) e Fidel Castro (Libertadores), Czares e Lenins, Sua Majestade a Rainha da Inglaterra e Thomas Jeffersons e Georges Washingtons...

Enfim, Opressores e Oprimidos, contra os quais, Cesares Battistis, certo ou não, são a única esperança!

Será ?

 

ANTUÉRPIO PETTERSEN FILHO, É ADVOGADO MILITANTE E ASSESSOR JURÍDICO DA ABDIC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DO INDIVÍDUO E DA CIDADANIA, QUE ORA ESCREVE NA QUALIDADE DE EDITOR DO PERIÓDICO ELETRÔNICO “ JORNAL GRITO CIDADÃO”, SENDO A ATUAL CRÔNICA SUA MERA OPINIÃO PESSOAL, NÃO SIGNIFICANDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, NEM DO ADVOGADO.