MOREIRA FRANCO : “ O VELHO GOLPE DE NOMEAR INDICIADO A MINISTRO...”

Por : Pettersen Filho

Seguindo a velha máxima de aliar-se a tudo, e a todos, na tentativa de legitimar-se Presidente, o Governo Michel Temer, Governo Necessário, e não necessariamente Governo, após a derrocada de Dilma Roussef, e do Desgoverno do PT, acaba de nomear Moreira Franco, citado pelo menos trinta vezes nas delações da Lava Jato como corrupto, Ministro da Presidência da República, tornando-o automaticamente Blindado, ante as investigações da Lava Jato, em Curitiba, leia-se Juiz Moro, delegando tal competência ao improvável STF – Supremo Tribunal Federal.

 

Prestes a também nomear o próximo Ministro do Supremo, que ocupará a vaga de Teori Zavascki, morto em incidente aéreo, Temer, como, se fala aqui em Minas Gerais, tem a faca e o queijo na mão para destinar os rumos da Lava Jato, e também blindar seu Governo, de acordo com um Juiz, mais, ou menos, austero, a ser sabatinado pelo Senado brasileiro, quem homologa a Nomeação, a partir de Senadores, também, mais ou menos corruptos, parte integrante do Esquema que se montou em Brasília, de desvio de verbas e corrupção.

Episódio que nos remete aos últimos dias do Governo Dilma, antes do Impeachment, que tentou nomear Lula seu assessor direto, e também livrá-lo das garras do Juiz Moro, a mim me parece claro, rejuvenescendo outro dito popular, muito comum em Minas, que “O pau que dá em Chico, também tem que dar em Francisco”, ou seja, “O pau que dá em Lula, também deve ser dado a Moreira”

Não é ?

 

Antuérpio Pettersen Filho, membro da IWA – International Writers and Artists Association, é advogado militante e assessor jurídico da ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Individuo e da Cidadania, que ora escreve na qualidade de editor do periódico eletrônico “Jornal Grito do Cidadão”, sendo a atual crônica sua mera opinião pessoal, não significando necessariamente a posição da Associação, nem do assessor jurídico da ABDIC.